Blog Sem Fins Lucrativos, somente com o intuito de divulgar a carreira do piloto Bruno Senna e o IAS. Carol Lo Re

sábado, 16 de maio de 2009

Bruno Senna, favorito a ingressar na F1.

Em uma pesquisa realizada pela Crash Net, com mais de 2.000 votos o piloto brasileiro Bruno Senna foi o vencedor e tem o apoio da público europeu e brasileiro para ocupar o assento de um F1. Todos querem ve lo competindo na F1.

Seus concorrentes na pesquisa e classificação:

1. Bruno Senna 26.9%

2. Adam Carroll 22.5%

3. Karun Chandhok 15.8%

4. Paul di Resta 10.6%

5. Lucas di Grassi 7.0%

6. Danica Patrick 6.3%

7. Romain Grosjean 6.2%

8. Marco Andretti 4.5%

Fonte: Crash Net

quinta-feira, 14 de maio de 2009

Grand Jeu Concours "Au Coeur Des 24 Heures"

Vivez un pur moment d’exception en participant au grand jeu « au coeur des 24 Heures » sur Oreca-Store !

Pour fêter l’engagement du Team ORECA-Matmut aux 24 Heures du Mans, La boutique en ligne dédiée aux passionnés et aux pratiquants du sport automobile vous offre la possibilité de gagner un éventail de lots exceptionnels.

En effet, un clic et quelques bonnes réponses permettront à chaque participant d’avoir une chance de faire parti des heureux élus pour vivre les 24 Heures du Mans en tant que VIP au cœur du Team Oreca-Matmut ou de se retrouver au volant d’une GT d’exception sur le circuit Paul Ricard HTTT. (Ferrari, Lamborghini, Porsche, Audi).

Quant à ceux qui n’auraient pas la chance de se voir attribuer un tel « cadeau », tout ne sera pas perdu ! Car c’est bien 100 lots qui seront distribués dans le cadre de cette opération dont des chèques cadeaux sur Oreca-Store et du merchandising officiel du Team Oreca-Matmut.

Sans plus attendre, le rendez-vous est pris sur

http://www.oreca-store.com/

http://www.oreca-store.com/jeu-lemans/?cmpid=904022

terça-feira, 12 de maio de 2009

Vídeo: Bruno Senna bate a 280km/h em Spa


Bruno Senna e o companheiro Stéphane Ortelli tiveram pneu furado, aumento de pressão de óleo e não completaram a prova após uma forte batida na perte final.

O trio Simon Pagenaud/Nicolas Minassian/Christian Klien, com um Peugeot 908 Hdi-FAP, venceu neste domingo os 1.000 km de Spa, na Bélgica.

Um acidente na Curva Blanchimont, já na parte final da segunda etapa da Le Mans Series, tirou o brasileiro Bruno Senna (equipe francesa Oreca) da corrida. Apesar do forte impacto, Bruno deixou sozinho o cockpit do Courage-Oreca LC70-AIM sem reclamar de nada além de leves dores no joelho esquerdo.

Ele e seu companheiro de equipe, o monegasco Stéphane Ortelli, só tiveram problemas. Com menos de 30 minutos de disputa, tiveram um furo no pneu esquerdo traseiro.

"Demorei uma eternidade para chegar aos boxes, já que o traçado mede sete quilômetros. Com esse pit stop extra, tudo ficou mais difícil", conta. Depois, o parceiro perdeu muito tempo nos boxes para checar um preocupante aumento na temperatura do óleo. De volta à pista na 15.ª colocação, Bruno acelerou forte e, ao forçar numa curva, não evitou uma escapada de traseira. "O volante fica pesado quando este carro escapa de traseira e torna quase impossível fazer a correção da trajetória. Naquele momento, eu estava a cerca de 280 km/h. Quando vi que a pancada era inevitável, procurei apenas arrumar o melhor ângulo para o choque e minimizar as consequências do impacto", comentou.


video

domingo, 10 de maio de 2009

LMS: Bruno Senna não conseguiu completar os 1000 km de Spa

Peugeot 908 confirma favoritismo e vence sem dificuldades na Bélgica.

SÃO PAULO – Bruno Senna não conseguiu completar os 1.000 Km de Spa, prova disputada neste domingo e vencida pelo Peugeot 908 Hdi-FAP do trio Simon Pagenaud/Nicolas Minassian/Christian Klien. Um acidente na Curva Blanchimont, já na parte final da segunda etapa da Le Mans Series, sepultou a corrida de recuperação do piloto brasileiro da equipe francesa Oreca. Apesar do forte impacto, Bruno deixou sozinho o cockpit do Courage-Oreca LC70-AIM sem reclamar de nada além de leves dores no joelho esquerdo.

Na verdade, a batida foi o último episódio de uma prova complicada desde o início para Bruno e seu companheiro de equipe, o monegasco Stéphane Ortelli. Quarto colocado no grid, Bruno assumiu o volante para o primeiro turno e imediatamente ganhou uma posição. No entanto, com menos de 30 minutos de disputa, o furo do pneu esquerdo traseiro comprometeu as chances da dupla.

"O pneu furou bem no começo da volta. Por isso, fui obrigado a percorrer todo o circuito devagar e demorei uma eternidade para chegar aos boxes, já que o traçado mede sete quilômetros. Com esse pit stop extra, tudo ficou mais difícil”, lembrou. Apesar da parada não prevista, Bruno foi crescendo na corrida e subindo na classificação até entregar o volante a Ortelli. O parceiro manteve o ritmo forte, mas precisou perder muito tempo nos boxes para checar um preocupante aumento na temperatura do óleo.

De volta à pista na 15ª colocação, Bruno acelerou forte e começou a se aproximar novamente da zona de pontos. A batida interrompeu a reação. "O volante fica pesado quando este carro escapa de traseira e torna quase impossível fazer a correção da trajetória. Naquele momento, eu estava a cerca de 280 km/h. Quando vi que a pancada era inevitável, procurei apenas arrumar o melhor ângulo para o choque e minimizar as conseqüências do impacto”, comentou.

Pagenaud, Minassian e Klien dominaram sem contestação com o modelo turbodiesel oficial da casa francesa. Largaram na pole, lideraram praticamente as 143 voltas e estabeleceram a volta mais rápida. Bruno, que encontrou na categoria de protótipos uma alternativa veloz como forma de preparação a uma futura oportunidade na Fórmula 1, voltará a correr no mês que vem. Novamente ao lado de Ortelli e contando com o reforço do português Tiago Monteiro, participará das 24 Horas de Le Mans, uma das mais importantes e tradicionais provas do automobilismo internacional.

Os 10 melhores dos 1.000 Km de Spa:

1 – Simon Pagenaud/Nicolas Minassian/Christian Klien, Peugeot 908 Hdi-FAP, 143 voltas em 5h43min35s429 (media de 173,889 km/h)
2 – Jean-Christophe Boullion-Christophe Tinseau, Pescarolo Judd, a 27s622
3 – Jan Charouz/Tomas Enge/Stefan Mucke, Lola Aston Martin, a uma volta
4 – Olivier Panis/Nicolas Lapierre, Courage Oreca LC70-AIM, a uma volta
5 – Harold Primat/Miguel Ramos/Darren Turner, Lola Aston Martin, a uma volta
6 – Narain Karthikeyan/Andy Meyrick/Charles Zwolsman, Audi R10 TDI, a duas voltas
7 – Christian Albers/Christian Bakkerud/Giorgio Mondini, Audi R10 TDI, a duas voltas
8 – Casper Elgaard/Emmanuel Collard/Christjan Poulsen, Porsche RS Spyder LMP2, a quatro voltas
9 – Jonny Kane/Benjamin Leuenberger/Xavier Pompidou, Lola Judd LMP2, a quarto voltas
10 – Andrea Belicchi/Marcel Fassler/Nicolas Prost, Lola Aston Martin, a quatro voltas

Fonte: Márcio Fonseca

Bruno Senna abandona os 1000 km de Spa





Sem dúvida os 1000 km de Spa não saíram como planejado por Bruno Senna. O piloto brasileiro que partira da 4ª colocação, pulou muito bem na largada ganhando uma posição. Contudo, recebeu um toque do Aston Martin que lhe seguia, o que lhe rendeu um furo em um dos pneus , custando a perda de 1ª volta em relação ao líder logo no início da prova.

A partir disso, Bruno e Ortelli faziam uma sólida prova de recuperação até enfrentarem um problema mecânico que custou mais algumas voltas em relação ao líder.

Há poucas voltas do final, Bruno Senna era o carro mais rápido da categoria "LMP1". Inclusive, fez uma bela ultrapassagem sobre Nicolas Prost, o que renderia belas recordações aos mais saudosistas.

Contudo, quando faltavam menos de 15 voltas para o final, Bruno Senna bateu forte no muro, deixando se Oreca 01 AIM destruído. As imagens da transmissão ao vivo não captaram exatamente o momento em que Bruno escapou, mas somente o choque com a parede. Assim, não sabemos exatamente o que aconteceu.

O mais importante é que, mesmo com a pancada forte, Bruno Senna saiu andando até o carro de segurança.

A prova foi vencida pelo trio Minassiam, Klien e Pagenaud com o Peugeot 908 HDi-FAP # 7. A dupla Olivier Panis e Nicolas Lapierre, com o Oreca 01 AIM #11, completou na 4ª colocação.


O BLOG BRUNO SENNA acabou de entrar em contato com o piloto. Ele está consciente, mas como o choque foi forte, está passando por alguns exames de rotina. Assim que tivermos algum resultado mais concreto, informaremos aqui.

Warm up cancelado devido à forte neblina sobre o circuito belga


Consoante se verifica pela imagem ao lado, uma forte neblina caiu sobre o extenso traçado belga, prejudicando a visibilidade dos pilotos, o que levou a direção de prova a cancelar o warm up.


No entanto, as últimas informações obtidas junto ao site oficial da Le Mans Series dão conta de que o sol finalmente apareceu levantando a neblina. Logo, a larga foi confirmada para o horário previsto.

Imagem: JFA - Le Mans Series Official Website